domingo, 1 de abril de 2012

O Autismo e a terapia ocupacional

Ana Elizabeth Prado
Credito 3/1670 TO

Dia Mundial da
Conscientização do Autismo
Dia Mundial da Conscientização do Autismo

Vista azul no dia 02 de abril para fazer uma grande rede ao redor do mundo em prol de melhor engajamento dos setores públicos e privados, e maior conhecimento da população sobre o Autismo, atualmente denominado como Transtorno do Espectro Autista.(TEA)
O conceito de espectro vem de quanto o autismo se manifesta em vários niveis havendo pessoas com mínimos sintomas que por vezes nem são notados socialmente até pessoas com sinais que comprometem muito a interação social e autonomia. Existem diversas teorias a respeito das causas e tratamentos. De acordo com pesquisas recentes sabe-se que o TEA é resultante de alteração na estrutura e funcionamento do Sistema Nervoso Central(SNC),  de origem genética em combinação com a ação de fatores ambientais afetando o desenvolvimento global com dificuldades na comunicação e interação social.
Dentro da perspectiva da teoria de Integração Sensorial as pessoas com TEA apresentam estes sinais característicos muitas vezes devido a uma falha no processamento das informações sensoriais necessário para a produção de respostas adaptativas alterando o desempenho nas áreas motora, cognitiva, linguagem ou sócio-emocional. Há crianças, por ex, que sentem de forma exarcebada determinados estímulos do meio ou pelo contrário, percebem pouco. Outras podem apresentar dificuldades no planejamento de ações e no reconhecimento dos sinais de condutas sociais. Há correlações de comportamentos típicos como os movimentos estereotipados com o nível de estado de alerta alterado e diferenças no registro sensorial. Todas relacionadas às estruturas do SNC que funcionam em cooperação mas que cada  grupo representa a sua função biológica desde ações básicas como controle motor bem como o controle emocional.
As pessoas com TEA, a depender do tipo que desenvolve, necessita de atenção à saúde e educação com diversos profissionais envolvidos.
A terapia ocupacional auxilia a construção de novos modos de organização do cotidiano onde a intervenção  junto a pessoa com TEA, encontra um lugar complementar à construção de um ambiente enriquecedor com a família, ao grupo educacional e social.

Acomodações sensoriais: o uso da malha envolvendo o corpo para algumas crianças auxiliam na organização corporal e tolerância nas brincadeiras. Deve ser utilizado com critério mediante indicação terapêutica. 
Houve um grande avanço em pesquisas e no uso de muitas abordagens. A Integração Sensorial na terapia ocupacional tem auxiliado no tratamento de pessoas com TEA com objetivo principal de melhorar o comportamento adaptativo e habilidades a partir da redução dos problemas relacionados ao processamento sensorial. Com isso leva a um melhor desempenho nas diversas ocupações: no brincar, comunicar, interagir, movimentar, auto-cuidar e aprender.

Quer saber mais? Envie perguntas e comentários.
Fonte de ref: "Understanding the nature of Sensory Integration with diverse populacions"- Roley, S.S; Blanche, E.I; Schaaf, R. C. Therapy Skill Builders, 2001

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário