terça-feira, 26 de junho de 2012

Como regular a entrada de informações sensoriais em crianças do espectro autista

Poder brincar com conforto é, muitas vezes, a maior dificuldade em algumas crianças
Ana Elizabeth Prado
Credito 3/1670 TO

 É um desafio  para os pais, principalmente aqueles que iniciam o contato com as  necessidades específicas de seus filhos, em criar um ambiente com recursos e brincadeiras que auxiliem o bem estar diário às crianças com Transtorno do Espectro Autista.
Como já comentei em outra postagem sobre Autismo e Terapia Ocupacional, é necessário investigar a rotina das crianças e favorecer as acomodações sensoriais necessárias.
Digo sempre que: como somos nas Atividades da Vida Diária ( alimentação, vestuário, higiene, dormir/acordar) mostramos as nossas preferências sensoriais e como estamos tirando proveito delas para  bem viver, ou pelo contrário, como elas podem ser um empecilho para o nosso crescimento, se houver alguma disfunção.

Lycra envolvendo o corpo para a entrada tátil/proprioceptiva

Li um post em outro blog e pensei: para que fazer uma postagem se já tem uma tão bem feita?! Achei resumida e que contempla todas as entradas sensoriais.
Sempre lembrando que:
- precisamos sempre considerar os sentidos proprioceptivo e vestibular, além dos outros 5 sentidos
- estas dicas não servem só para crianças do espectro autista. Além de algumas servirem para qualquer criança, todas auxiliam à criança que apresente uma Disfunção do Processamento Sensorial, incluindo as do espectro.
- para todo recurso é necessário verificar se este tem significado para a criança e se está dentro das necessidades e possibilidades dela. Para isso, colher o Perfil Sensorial e eleger os recursos sensoriais com a Terapeuta Ocupacional especializada, faz toda diferença.

Vamos lá...
Fonte:  http://claumarcelino.blogspot.com.br/2011/10/acomodacoes-sensoriais-para-o-ambiente.html 

Do livro: Building Bridges Trough Sensory Integration.

- Ofereça lugares pequenos e aconchegantes para a criança como casinhas de boneca, cabanas, ou até mesmo caixas grandes. Um cantinho cheio de almofadas, um puff grande, colchão ou foutton também servem. Acomodação proprioceptiva.

- Use objetos como tapetes, cortinas e almofadas para absorver o ruído exterior e o eco. Acomodação auditiva.


- Diminua o estímulo visual e auditório para prevenir distrações. Acomodação visual e auditiva.


- Use timers para sinalizar o início e
final de uma atividade. Acomodação de plano motor.

- Use coletes pesados, cobertores pesados, cobertas mais pesadas para oferecer momentos de tranquilidade e calma. Acomodação proprioceptiva.


- Dê atenção especial para a iluminação da casa com quantidade e intensidade adequada. Acomodação visual.


- Integre a criança nas
atividades pesadas da casa: carregar as comprars, colocar o lixo pra fora, pendurar roupa no varal, guardar roupas, arrumar compras no armário, molhar plantas com um regador pesado. Acomodação proprioceptiva.

- Pendure uma rede ou balanço em algum lugar tranquilo da casa ou coloque um balanço no jardim. Acomodação vestibular.


- Um colchão d'água ou colchão de ar pode ser tranquilizante. Acomodação vestibular e proprioceptiva.


- Use cortinas grossas ou blackouts para diminuir a intensidade da luz natural ou artificial vinda do exterior da casa. Acomodação visual.


- Use abajoures ou luzes refletidas na parede se a iluminação for um grande problema. Acomodação visual.


- Pinte as paredes com cores suaves e evite muitos objetos ou quadros. Acomodação visual.


- Se a sua criança ao contrário, precisar de muito estímulo, pinte o seu quartos com cores claras e vibrantes e pendure alguns móbiles. Acomodação visual.


- Um saco de dormir ajuda a acalmar. Acomodação proprioceptiva.


- Crianças com ouvidos muito sensíveis devem ter seu quarto posicionado no local mais calmo da casa. Acomodação auditiva.


- Cuidado com sons altos de telefone, campainha, televisão e rádio. Acomodação auditiva.


- Minimize a bagunça visual guardando a maioria dos brinquedos em caixas. Acomodação visual.


- Tenha um armário específico para os brinquedos e organizados de forma fácil para você e ele! Acomodação visual.


- Use pistas visuais para ajudar no cumprimento de tarefas.


- Use uma agenda ou quadro de tarefas para informar o que vai acontecer a cada dia.


- Quebre a atividade em pequenos passos para facilitar o entendimento e dê tempo para que ela processe a informação. Ex: ao invés de dizer: pegue as roupas e coloque no cesto, dê a 1ª ordem e somente depois dela pegar as roupas é que você pede para colocá-las no cesto.


- Estabeleça rotinas e cumpra-as. Isto ajuda a criança a saber o que virá pela frente e a manterá calma. Quando é necessário haver quebra na rotina, avise-a antes e dê as pistas visuais.


- Prepare o dia da escola na noite anterior: separe a roupa, sapatos e lanche com antecedência para poupar tempo e evitar estresse.


- Se a sua criança não atende pelo nome, use o toque para ajudá-la.


- Sempre que possível use pistas visuais para tudo.


-
Aprecie a companhia um do outro!!!

Um comentário: